O estilo de 4 mamães famosas

Elas são famosas, mas mais do que isso, são mamães e é claro que nessa semana tão especial, o Blog da Drop’s não poderia deixar de abordar outro tema. Escolhemos 4 super mamães que além de DIVAS são influenciadoras e tem estilos completamente diferentes que nos inspiram todos os dias!

1) Beyoncé – A Diva

Ela é cantora, compositora, produtora musical e atriz norte-americana de música R&B e pop. A diva é considerada a mulher do século no mundo pop. Ela que revelou sua primeira gravidez em 2011, da fofíssima Blue Ivy, no tapete vermelho do MTV Video Music Awards e agora, 2017 está a espera de gêmeos que supostamente já nasceram!

No quesito estilo: Cheia de atitude, a diva tem um guarda-roupa de dar inveja e mostra uma série de looks incríveis em seu Instagram.

beyonce

2) Kim Kardashian – A Influenciadora

A empresária é casada com o rapper Kanye West. Deste relacionamento, nasceram dois filhos: North, de três anos, e Saint, de um. Já na última temporada de Keeping Up With The Kardashians, Kim e a mãe, Kris Jenner, chegaram a consultar dois médicos para se informarem sobre uma possível terceira gravidez de Kardashian. Será que vem mais um herdeiro por aí?

No quesito estilo: A diva tem muitas fases de estilo para contar. Mas a mais radical delas se deu quando começou a namorar com Kanye West. O atual marido da celeb transformou completamente o seu guarda-roupas – e ela amou a mudança.

kim

3) Gisele – A Top Model

Gisele Caroline Bündchen é uma supermodelo, filantropa e empresária brasileira. (diva, né mores?) Em 2000, Bündchen foi considerada pela revista Rolling Stone, a modelo mais bonita do mundo e pra nós ELA AINDA É! A top é mãe de dois, Benjamin e Vivian, que são lindos como os pais! <3

No quesito estilo: Em suas aparições nas passarelas, nos badalados eventos de moda e beleza, e seus inúmeros compromissos de trabalho Gisele sempre está impecável, mas no dia a dia a modelo prefere looks confortáveis e básicos, a cartela de cores é neutra, cinza, preto, branco, marrom. Jeans e camiseta é a sua composição favorita!

gisele

4) Claudia Leite – A Divertida

A cantora baiana é mãe de dois, o Davi e o Rafael, que moram em Los Angeles. “Eu fico lá e aqui, na velocidade da luz. Essa é a pior parte, a mais difícil de todas.” declarou a diva do axé. Claudia é daquelas super mães, como não amar?

No quesito estilo: O além da voz inconfundível, a cantora baiana Claudia Leitte também faz sucesso com seus looks para lá de estilosos. Combinando peças chiques, despojadas, sensuais e básicas, a artistas deixa seus seguidores babando nas redes sociais.

claudia_leitte

Série do momento: ‘Os 13 porquês’

Enquanto livro, Os 13 Porquês vendeu mais de dois milhões de cópias e marcou leitores em 35 países ao redor do mundo desde o seu lançamento em 2007. Na trama, ao voltar da escola, Clay Jensen encontra uma misteriosa caixa com várias fitas cassete gravadas por Hannah Baker, sua colega de classe e paixão secreta. Ou melhor: ex-colega de classe. Afinal, todos sabem que a garota se suicidou. O que apenas 13 deles estão cientes, porém, é que Hannah decidiu narrar em detalhes as razões que a levaram a tirar sua própria vida: “Talvez eu nunca saiba por que vocês fizeram o que fizeram. Mas eu posso fazê-los sentir como foi.

Produzida por Selena Gomez, a adaptação da Netflix de 13 Reasons Why abre espaço para um relato amplo e autêntico dos problemas que fazem parte do cotidiano juvenil: machismo, homofobia, estupro, automutilação, bullying e outras diversas injúrias emocionais. Mais do que isso, faz pensar sobre o poder das palavras: para quem diz, pode não significar nada; para quem escuta, pode ser letal.

As pessoas estão sofrendo e merecem ser escutadas”, publicou Gomez, que já falou publicamente sobre depressão, em seu perfil no Instagram. Anos atrás, junto à mãe, a cantora se sentiu tão tocada pelo livro que decidiu levar a discussão adiante. À época, a ideia era produzir um filme onde ela mesma interpretasse Hannah. No entanto, a história encontrou um formato diferente e  Gomez não quis mais atuar: “Estava passando por um momento muito difícil quando iniciamos a produção. [...] Nas gravações do último episódio, fiquei acabada só de ver aquilo tudo tomar forma. Quis ter certeza de que, apesar de tudo, ainda estaria um pouco distante do projeto”, relembrou em um painel da Netflix no início de fevereiro.

Adaptadas em 13 episódios, cada um com quase uma hora, as 250 páginas de Jay Asher serviram como esqueleto para o roteiro da série, que corrige graves deslizes de estruturação e continuidade do livro. Ao contrário de muitos filmes e séries vindos da literatura, em 13 Reasons Why a expansão da história é coerente à narrativa e dá consistência à trama.

Um exemplo claro de preenchimento são os personagens, que no livro são construídos sem quaisquer nuances, sobre um único arquétipo. Na série, o elenco, composto predominantemente por estreantes, encaixa-se bem aos novos arcos de seus papéis e entrega boas atuações. Ao condensar os dramas de Clay, especialmente nas cenas de explosão emocional, Dylan Minnete é um dos que mais chama atenção. Ademais, é emocionante ver Kate Walsh (Grey’s Anatomy) expressar tão genuinamente a dor de uma mãe que acabou de perder a filha de maneira tão trágica quando sequer estava ciente do problema.

Apesar de muitas vezes não receber a devida atenção – principalmente no caso de adolescentes -, o suicídio mata uma pessoa a cada 40 segundos, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. Seja 2007 ou 2017, esta sempre será uma discussão indispensável, e o apoio de uma potência como a Netflix e de uma influenciadora como Selena Gomez só tem a acrescentar.

Fonte: Omelete